sexta-feira, 13 de maio de 2011

“Tem horas que não dá pra esconder no olhar, como as coisas mudam e ficam pra trás.”

Como um anjo caído, fiz questão de esquecer,
que mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira.
(Renato Russo)


Continuação. É disso que eu preciso: Que as coisas continuem. Não tem nada mais angustiante do que perder uma coisa, ou alguém que você tanto gosta. E de coisas que acabam muitas vezes sem nem ao menos começar, eu já estou PHD. Mas eu sei o que acontece, eu sempre fui alguém muito ‘transparente’ em relação a tudo, eu dava minha cara a tapa, me jogava por inteira em tudo o que queria e por ser assim eu sofri bastante, me decepcionei milésimas vezes por acreditar que todo mundo poderia ser melhor e acabei tendo que colorir um pouco essa transparência pra ver se eu não me machucava tanto. É isso, é por eu ter medo de ser atingida profundamente ou de não conseguir ser, que eu passo essa imagem de mulher forte e bem resolvida. Acho que na maioria das vezes: de não conseguir ser. Só quem me conhece bem sabe que eu sou daquele tipo de pessoa que chora ao ver um filme que acaba com aquele ‘felizes para sempre’, aquela que morre de medo de tudo inclusive de fazer prova no colégio, por mais que mostre não estar nem aí para a nota. Aquela que todos os dias, no fim do dia, pensa em tudo o que fez e não fez e no que deveria ter feito de melhor. Aquela que quando gosta, gosta mesmo, mas quando não gosta, não quer nem saber. Não vou chamar de máscara, pois é algo muito superficial, mas, vou chamar de mudança. Eu me adaptei muito a essa mudança de mulher inatingível, só que eu cansei de perder sempre, perder tudo o que eu gosto e que me faz bem. Eu esqueci a hora de se dizer a alguém que gosta, esqueci como agir, esqueci como sofrer por tentar.  Evito sentir medo, mas morro de medo de não o sentir mais. E ninguém sabe o quanto é ruim, ser assim. Ou ter se transformado.

3 comentários:

  1. Sarinha Andrade.12 de maio de 2011 10:54

    Ô minha linda, eu entendo você e sei o quanto é difícil ter tentado ser uma coisa boa, mas por ter sofrido tanto, foi preciso mudar, mas não se acanhe, porque só os hipócritas não mudam! Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto, você me surpreende muito amiga! Sorte viu? desejo sempre sorte a você..

    ResponderExcluir